Repúdio à fala do prefeito Alexandre Kalil em relação ao Frei Gilvander Moreira e aos movimentos sociais

29/04/2019

MLB MG

Nós, movimentos sociais, entidades, coletivos e pessoas ao final subscritas, viemos a público REPUDIAR as declarações desrespeitosas do prefeito de BH Alexandre Kalil.

O prefeito Alexandre Kalil demonstra mais uma vez não ter preparo para ocupar o cargo de prefeito, já que sua função enquanto tal é dialogar com a sociedade civil para a formulação e execução de políticas públicas e sociais, sobretudo com setores e indivíduos como o Frei Gilvander, uma das maiores lideranças nacionais no assunto moradia e tantos outros temas e frentes de luta no âmbito dos direitos humanos.

Frei Gilvander demonstra há décadas uma dedicação integral à luta dos pobres por uma vida digna. Exatamente com sua combatividade, dedicação e inteligência, aliado a diversos movimentos sociais, na última década em BH foram construídas aproximadamente 20.000 moradias através da ação coletiva e organizada do povo por meio de ocupações urbanas, enquanto Alexande Kalil, mesmo eleito com os votos dos moradores e moradoras das ocupações urbanas, não construiu nenhuma casa popular.

Reiteramos que as reivindicações do movimento por moradia são justas e legitimas e que a prefeitura não pode se esquivar de suas reais responsabilidades e atribuições.

Belo Horizonte/MG, 26 de abril de 2019.

Assinam:
Ocupação Eliana Silva
Ocupação Paulo Freire
Ocupação Carolina Maria de Jesus
Ocupação Vitória
Ocupação Rosa Leão
Ocupação Esperança

MLB – Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas
Movimento Luta de Classes – MLC
Movimento de Mulheres Olga Benario – Nacional
Unidade Popular pelo Socialismo
Movimento Correnteza
UJR Brasil
Casa de Referência da Mulher Tina Martins
Cedefes – Centro de Documentação Eloy Ferreira da Silva
Anaí – Associação Nacional de Ação Indigenista
Resistência Popular – Sindical Minas Gerais
Movimento de Organização de Base
Coletivo Mineiro Popular Anarquista – COMPA – integrante da Coordenação Anarquista Brasileira – CAB
Juventude Rosa Negra – Belo Horizonte

REDE Agroecologia no campo e na cidade
Articulação Metropolitana de Agricultura Urbana – AMAU
NEA Mutiró – Nucleo de Estudos em Agroecologia CEFET-UEMG

Brigadas Populares

ASF- Arquitetas Sem Fronteiras

 

Nota em apoio ao Frei Gilvander Moreira

REPÚDIO À FALA DO PREFEITO ALEXANDRE KALIL EM RELAÇÃO AO FREI GILVANDER MOREIRA E AOS MOVIMENTOS SOCIAISNós, movimentos sociais, entidades, coletivos e pessoas ao final subscritas, viemos a público REPUDIAR as declarações desrespeitosas do prefeito de BH Alexandre Kalil.O prefeito Alexandre Kalil demonstra mais uma vez não ter preparo para ocupar o cargo de prefeito, já que sua função enquanto tal é dialogar com a sociedade civil para a formulação e execução de políticas públicas e sociais, sobretudo com setores e indivíduos como o Frei Gilvander, uma das maiores lideranças nacionais no assunto moradia e tantos outros temas e frentes de luta no âmbito dos direitos humanos.Frei Gilvander demonstra há décadas uma dedicação integral à luta dos pobres por uma vida digna. Exatamente com sua combatividade, dedicação e inteligência, aliado a diversos movimentos sociais, na última década em BH foram construídas aproximadamente 20.000 moradias através da ação coletiva e organizada do povo por meio de ocupações urbanas, enquanto Alexande Kalil, mesmo eleito com os votos dos moradores e moradoras das ocupações urbanas, não construiu nenhuma casa popular. Reiteramos que as reivindicações do movimento por moradia são justas e legitimas e que a prefeitura não pode se esquivar de suas reais responsabilidades e atribuições.Belo Horizonte/MG, 26 de abril de 2019.Assinam:Ocupação Eliana SilvaOcupação Paulo FreireOcupação Carolina Maria de JesusOcupação VitóriaOcupação Rosa LeãoOcupação EsperançaMLB – Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e FavelasMovimento Luta de Classes – MLCMovimento de Mulheres Olga Benario – NacionalUnidade Popular pelo SocialismoMovimento CorrentezaUJR BrasilCasa de Referência da Mulher Tina Martins CedefesAnaí – Associação Nacional de Ação IndigenistaResistência Popular – Sindical Minas GeraisMovimento de Organização de BaseColetivo Mineiro Popular Anarquista – COMPA – integrante da Coordenação Anarquista Brasileira – CABJuventude Rosa Negra – Belo HorizonteREDE Agroecologia no campo e na cidadeArticulação Metropolitana de Agricultura Urbana – AMAUNEA Mutiró – Nucleo de Estudos em Agroecologia CEFET-UEMGArquitetas sem Fronteiras – Brasil

Posted by MLB – Minas Gerais on Sunday, April 28, 2019