Projeto: Indígenas na Região Metropolitana de Belo Horizonte – Capacitação, articulação, troca de experiências e Agricultura Urbana” (CEDEFES/MDA)

24/06/2011

Fonte:Ana Paula Lima / Artur Queiroz Guimarães. Em 24/06/2011

● Nos meses de fevereiro e março de 2011, os indígenas que moram em Belo Horizonte e Região Metropolitana fizeram duas oficinas de farmácia caseira e produção de produtos naturais. As oficinas foram ministradas pelo grupo solidário Sementes da União do Bairro Alto Vera Cruz. Nas oficinas o grupo trocou experiências e aprendeu  fazer e manipular receitas de remédios caseiros, além de sabonete e gel para dores musculares. 

● Em abril participaram, na Assembléia Legislativa de Minas Gerais, da Audiência Pública que teve como tema “Povos de Minas: Construindo Territórios Sustentáveis”. Estavam presentes os indígenas: Marinalva Maria de Jesus, representando a etnia Pataxó Hã hã hãe, Juliana Cardoso Fiúza e Maria Cardoso Fiúza, da etnia Pataxó, Iroxi Pataxó e Pedro Paulo Martins, Aranã.

● No mês de maio Ana Paula Ferreira de Lima e Artur Queiroz Guimarães foram convidados a participarem do Seminário Temático – Povos Indígenas e Sustentabilidade: O Professor Indígena e a Construção de Um Outro Mundo (Ainda É Possível?) na UFMG, onde compuseram a mesa: “Índios na Cidade de BH: Uma Experiência de Sustentabilidade” que teve a coordenação do professor Carlos Mazzeto. Estavam presentes os indígenas: Pedro Paulo Martins (Aranã) e Maria Gomes Índio (Aranã) que também foram convidados a compor a mesa.

 ● No mês de junho Marinalva Maria de Jesus, Iroxi Pataxó, Pedro Paulo Martins e Maria Aparecida Gomes Índio, participaram do Ciclo de Debates sobre a Erradicação da Pobreza Extrema, que contou com a fala de Mesaque da Silva de Jesus, Coordenador do Conselho dos Povos Indígenas de Minas Gerais (COPIMG) que contemplou em sua fala os indígenas que moram na cidade pela primeira vez. Ouçam o discurso na integra: http://www.almg.gov.br/TvAlmgSom/SomGravadoDiscursos/ALMG201106101530.mp3

 ● Em 17 de junho, em continuidade as ações de ATER (Assistência Técnica e Extensão Rural) do referido projeto Ana Paula Lima, Artur Guimarães e Jani de Oliveira Silva (estagiária do Cedefes / agricultura familiar da cidade de Sabinópolis /MG) estiveram na casa de Pedro Paulo Martins e Maria Aparecida Gomes Índio ,  que residem no bairro Industrial, em Contagem, para realizarem o preparo de um xarope caseiro para gripe.

A metodologia utilizada no projeto é fazer visitas na casa dos indígenas que têm interesse em fabricar os remédios e apoiar nos utensílios necessários para a preparação dos produtos: xarope, gotas digestivas, sabonetes, óleos naturais, shampoo e gel. Os indígenas estão usando as ervas plantadas nos quintais produtivos implementados pelo projeto, coletando em alguns lugares ao redor da cidade e comprando, aqueles não encontrados, na cidade. As próximas casas a serem visitadas serão das famílias de: Juliana Cardoso Fiúza (Pataxó), Marinalva Maria de Jesus (Pataxó hã hã hãe) e Anelito Ferreira (Xacriabá), além das demais famílias indígenas que tiverem interesse de produzirem remédios caseiros e produtos naturais.

● No mês de julho alunos do curso de ciências sócio-ambientais da UFMG farão uma visita aos quintais produtivos dos indígenas com o objetivo de conhecerem as ações do projeto.