';

Clima em aldeia Pankararu se acirra e igreja é depredada

09/12/2018

Fonte:https://www.op9.com.br/pe/noticias/clima-aldeia-pankararu-acirra-e-igreja-depredada/

Ataque aconteceu 41 dias após uma escola e uma unidade de saúde da comunidade serem incendiadas

Igreja depredada fica próximo à aldeia Bem Querer de Baixo. Foto: Reprodução/Facebook

Igreja depredada fica próximo à aldeia Bem Querer de Baixo. Foto: Reprodução/Facebook

 

Apesar de a Justiça ter determinado o envio de reforço policial para apaziguar os ânimos, a aldeia indígena Bem Querer de Baixo, em Jatobá, Sertão do estado, foi alvo de um novo ataque, quarenta e um dias após uma escola e uma unidade de saúde serem incendiadas. Dessa vez, uma igreja próxima à comunidade foi depredada. A ação ocorreu na madrugada do sábado. Em sua página no Facebook, o povo Pankararu disse que a sensação é de impotência, insegurança e desesperança com os órgãos públicos.

Após o episódio, o Programa Estadual de Proteção a Defensores/as de Direitos Humanos oficiou diversos órgãos, entre eles, a Secretaria de Defesa Social, e pediu providências procuradora da República que acompanha o caso do povo Pankararu. O território vive um clima tenso principalmente depois que a polícia cumpriu, no dia 13 de setembro, uma ordem de reintegração de posse para retirar 12 famílias de posseiros que ocupavam o povoado indígena. A Polícia Federal assumiu as investigações dos dois incêndios e a Justiça determinou o envio de efetivos policiais permanentes.

“Até o momento, a única informação sobre as investigações é que já haviam suspeitos pelos primeiros incêndios, o que no fundo não é nenhuma novidade. Sempre foi dito que nada seria deixado para o usufruto dos indígenas nessa comunidade, a tragédia sempre foi anunciada e nenhuma medida efetiva foi tomada até agora”, questionou os indígenas em sua rede social.